viajar sozinha

O que fazer quando viajar sozinha

Uma das tendências crescentes no turismo é a viagem solo. Nesse tipo de turismo você pode tem oportunidade de viajar sozinha e emergir no seu eu. Essa tendência está crescendo principalmente entre as mulheres. Porém Infelizmente ainda estamos em uma sociedade onde existem atitudes e ações que privilegiam um determinado sexo ou gênero.

O medo de ser assediada, de passar por contratempos, ou até mesmo o preconceito que carrega a frase “uma mulher tão linda não pode estar sozinha” gera certas dificuldades para mulheres viajarem sozinhas.

Existe mil coisas que se passam na cabeça de uma mulher antes de viajar sozinha. Para ser um experiência incrível preparamos 5 dicas para você saber o que fazer quando viajar sozinha. Vamos lá.

1. Lide com o preconceito

preconceito de viajar sozinha

“Vai viajar sozinha?!!?”

Quando você começar a planejar sua viagem solo, provavelmente irá se deparar com a frase acima. É comum que as pessoas como amigos e família indaguem o porque não levar alguém, se não seria melhor esperar mais um pouco e etc.

Sabemos que, para nós mulheres, existe uma barreira sobre uma mulher viajando sozinha e muitas vezes é em virtude da preocupação que algo nos possa acontecer. Ok. Mas essa preocupação deve ser com todos, independente do gênero. Sutilmente, essa frase, construída durante anos, carrega inconscientemente a ideia da mulher ser sexo frágil. Isso ofende e subestima a força feminina que luta para ganhar espaço num mundo machista. Por mais seguro que pareça nenhuma mulher está 100% segura nesse mundo misógino. Na realidade ninguém está 100% seguro.

Porém, além da preocupação, existem também aqueles que acham que para um boa viagem de lazer, uma mulher deve estar bem acompanhada. Mas com o tempo estamos quebrando esse pensamento.

2. Esteja atenta ao destino

escolha bem o seu destino

Como citado anteriormente, existem preocupações sobre a segurança de mulheres que viajam sozinhas e fique atenta aos destinos que requerem mais cautela.

É recomendado que seja escolhido um lugar mais amigável onde a estrutura turística seja bem estabelecida. Por mais interessante que seja quebrar os padrões é importante, principalmente para as primeiras experiências, que optem por lugares mais abertos. Temos uma lista de possíveis destinos que você pode acessar.

3. Risco de assédio

assédio em viagem sozinhas

Apesar das campanhas de conscientização, movimentos e punições para quem o pratica, todos os dias mulheres do mundo todo sofrem algum tipo de assédio.

Uma pesquisa feita pela Thomson Reuters Foundation, listou os 10 piores países do mundo para as mulheres, com a Índia liderando a lista, e os Estados Unidos na décima colocação, o Brasil ficou fora da lista feita pela instituição.

O cuidado que temos no Brasil é o mesmo que devemos ter em qualquer outro lugar do mundo, temos que estar atentas e usar nossa intuição. Infelizmente já somos treinadas desde de pequenas, pelo simples fato de sermos mulheres.

4. Aproveite seu momento de autoconhecimento

viajar sozinha é empoderador

Apesar de todas dificuldades, uma viagem sozinha pode ser marcante na vida de uma mulher. Esse é um momento de autoconhecimento enriquecedor, um momento de empoderamento e também de se permitir ainda mais, alcançar limites.

Aproveite ao máximo a sua melhor companheira: você mesma!

5. É diferente viajar sozinha

novas amizades e experiencias

Por mais legal que seja viajar com os amigos e família, quando estamos sozinhos ou sozinhas estamos mais abertos a conhecer novas pessoas e experimentar coisas diferentes.

Dicas bônus:

  • Tenha cuidado e fique alerta a respeito do consumi de bebidas em ambientes abertos e movimentados;
  • Cuidado com o que diz para um desconhecido, não diga onde está hospedada ou informações pessoais;
  • Tenha sempre um bom seguro de viagem;
  • Peça informações para um dos agentes de viagens da Ma’World, para guias locais, recepcionistas de onde você estiver hospedada;
  • Informe o seu deslocamento para conhecidos ou para um dos agentes de viagens da Ma’World, mesmo que eles estejam no seu país de origem;
  • Evite pegar transportes no período noturno;
  • Procure ter os telefones de consulados e embaixadas sempre à mão, além de números de emergência médica e de socorro;
  • Nunca compre briga em país alheio, já que a tendência é que o cidadão local tenha mais direitos do que você.

Espero que tenha gostado das dicas e se estiver pensando em viajar sozinha podemos te ajudar nisso também. Entre em contato e vamos garantir que tenha a melhor experiencia possível!


Fonte base para construção do artigo: https://turismo.ig.com.br/2020-02-15/dicas-para-elas-5-fatos-para-ficar-atenta-antes-de-viajar-sozinha-pela-1-vez.html

Deixe uma resposta

Note: O comentário reflete o ponto de vista do autor, e não necessariamente a visão da Aini Experiências. Solicitamos a abstenção de insultos, xingamentos e expressões vulgares. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário sem explicações e aviso prévio.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são assinados com *